18 fevereiro 2015

Como meus cãezinhos reagiram a chegada do nosso bebe


Oi Gente!

Vocês já pensaram como lidar com seu cachorrinho quando seu bebe chegar?
Então hoje vou compartilhar com vocês como estou lidando com essa situação, e como meus cãezinhos reagiram com a chegada do nosso bebe.

Vou fazer um breve resumo de como era minha vida antes do baby, nós nos mudamos e compramos o Tufinho, não tinha nem dois meses de vida, chorava muito e eu com muita dó colocamos ele pra dormir em nossa cama, pois fiquei me sentindo culpada por tira-lo de sua mãezinha. Depois de um ano eu comecei a achar que ele ficava muito sozinho então resolvemos comprar uma fêmea a Pimenta para fazer companhia.
Sempre mimamos muito o Tuf porque ele foi o primeiro, então ele ia pra todos os lugares conosco, mais com a chegada da Pimentinha foi ficando difícil levar os dois. Em fim toda atenção da casa sempre foi voltada apenas para eles.

Antes do meu baby nascer, fui lendo algumas reportagens sobre como agir com os animais de estimação quando o bebe chegasse.Não sei se nossa reação foi a correta, mais fizemos o que achamos que seria melhor para nosso baby e nossas crianças que amamos como filhos.

A primeira dica que fiz ao voltar da maternidade foi a seguinte:
Como passei três dias na maternidade sem meus cãezinhos me ver, quando voltei para casa eu entrei na frente e deixei meu marido entrar com nosso filho. Fiz isso pois assim pude pegá-los , fazer carinho e matar saudade.Quando eles se acalmaram fomos deixando eles cheirarem o pezinho do bebe, mais tudo aquilo era novo tanto para eles quanto para nós, e eles ficavam muito curiosos para ver o que era aquilo que todo mundo ficava carregando.

No primeiro dia foi bem complicado, porque meu cachorrinho mais velho queria ficar subindo na cama para ficar junto de nós, então tomamos algumas decisões:

 - Compramos um portãozinho para ele não entrar no quarto que eu fiquei com o bebe, tive receio de pegar alguma bactéria com ele subindo na cama pois eu estava com pontos.
- Meu esposo continuou dormindo com eles no chão para que não se sentissem afastados ou excluídos. Foi bem difícil dormir longe do meu marido confesso, mais foi só até eu perceber que minha cirurgia já estava bem cicatrizada.

Depois de um mês nós retiramos o portão e aos poucos fomos deixando eles ficarem pertinho do bebe, e até deitarem do lado um do outro, e assim acostumando e sabendo lidar com o medo deles estranharem o bebe.Hoje em dia eles brincam, e claro meu cachorro as vezes fica irritado e rosna mais é bem tranquilo, temos que lidar com isso com naturalidade para não deixa-los assustados, afinal amamos todos!!!

Eles também comem os brinquedos do bebe, acredito que para chamar atenção e por ciúmes também, afinal querendo ou não chega uma hora que sem perceber você acaba dando mais atenção ao bebe, e quando percebo isso imediatamente repenso minhas atitudes e tento dar mais atenção aos meus cãezinhos também, pois eles sempre foram companheiros e me deram muita alegria, não seria justo agora ignora-los.

Eles continuam dormindo conosco, e nosso filho no berço. Podem até me julgar mais é assim que somos felizes, e graças a Deus meu marido também ama cachorros assim como eu.

Desculpa pelo Post ficar tão grande é que achei todos os detalhes importantes, espero que tenham gostado.

Obrigada pela visita!!!
Bjus
Jacky

Me visitem também nas redes sociais:




Pin It

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me conte o que achou...